domingo, 18 de maio de 2008

Gravata e Terno

TEXTO SUPRIMIDO TEMPORARIAMENTE...
PARTICIPANDO DE CONCURSO...

3 comentários:

alex pinheiro disse...

Caraaaaaaaaaaaaaaca,,, venho, ainda torpe, das palavras escritas por ti em o InventO, sem correspondentes em elegância e significado...
E aí caio pra ler "gravata e terno" duma personagem bebericando detergente, daquele neutro e amarelado, na varanda de um apartamento... Realmente embasbaquei!

Abraços e contemporâneas invenções!

Rubens da Cunha disse...

o alex tem razão. de jogar contra a parede teu texto. tomara que você não largue a escrita. quero ver o que vai acontecer quando vc tiver o peso da idade, da experiência.

Ei, acho que te vi na televisão :))

Leandro Jardim disse...

fechou muito bem, surpreendente!